Profissão Repórter mostra história de vítimas de crimes passionais

https://i0.wp.com/ofuxico.terra.com.br/admin/smarty/templates/img_upload/2008/07/logo-ProfissaoReporter-333-globo-140708.jpg

Foto: Divulgação/TV Globo

Nesta terça-feira (20), o Profissão Repórter, que vai ao ao logo após a série Na Forma da Lei, na Globo, mostra histórias de vítimas e órfãos de crimes passionais.

Em Belo Horizonte, o repórter Thiago Jock acompanha a cobertura do caso Bruno, sobre o desaparecimento de Eliza Samudio, que se envolveu e dizia ter um filho com o ex-goleiro do Flamengo.

Nas proximidades da penitenciária onde o jogador está detido, Caco Barcellos mostra outra história semelhante, mas que não gerou manchete nos jornais: Daniele, de 23 anos, apedrejada na frente dos filhos pelo ex-marido.

E no Recife, os repórteres Eliane Scardovelli e Felipe Gutierrez acompanham o julgamento de Luciano, acusado de matar a amante, em 2000. Ele foi condenado a 14 anos de prisão, alegando inocência.

Deixe um comentário

Arquivado em televisao

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s